Arquivo mensal: agosto 2010

família vende tudo

família vende tudo
um avô com muito uso
um limoeiro
um cachorro cego de um olho
família vende tudo
por bem pouco dinheiro
um sofá de três lugares
três molduras circulares
família vende tudo
um pai engravatado
depois desempregado
e uma mãe cada vez mais gorda
do seu lado
família vende tudo
um número de telefone
tantas vezes cortado
um carrinho de supermercado
família vende tudo
uma empregada batista
uma prima surrealista
uma ascendência italiana & golpista
família vende tudo
trinta carcaças de peru (do natal)
e a fitinha que amarraram no pé do júnior
no hospital
família vende tudo
as crianças se formaram
o pai faliu
deve grana para o banco do brasil
vai ser uma grande desova
a casa era do avô
mas o avô tá com o pé na cova
família vende tudo
então já viu
no fim dá quinhentos contos
pra cada um
o júnior vai reformar a piscina
o pai vai abrir um negócio escuso
e pagar a vila alpina
pro seu pai com muito uso
família vende tudo
preços abaixo do mercado


Autora: Angélica Freitas

Livro: FREITAS, Angélica. Rilke shake. São Paulo: Cosac Naify; Rio de Janeiro: 7Letras, 2007, p.17-18.

Chuva

chuva cai sobre minha cabeça
me molha por fora
me lava por dentro
um presente dos Céus
nesta noite abafada
de primavera

desabrigado, eu sei
mas sem culpas
sem explicações
livre pelos caminhos
que os riscos dessa chuva
traçam à minha frente

e não tenho pressa
não evito as poças d’água
um tanto errante
encharcado, desfruto
cada instante as gotas
desse soro que me aviva a alma


Autor: Luciano Motta