Arquivo da tag: cidade

Vejo

coração em chamas

vejo uma cidade
cinza, apagada
é madrugada
a escuridão a tudo encobre

vejo mais de perto os edifícios
pouquíssimas luzes, lâmpadas, tevês
iluminam artificialmente
cômodos de almas insones

(me aproximo um pouco mais)

vejo pela janela de um quarto
um brilho muito forte
algo extraordinário
irradia daquele apartamento

vejo ali uma pessoa queimando
joelhos dobrados, rosto no pó
lágrimas descendo ao chão
clamores subindo, subindo, subindo sem parar

(me afasto de súbito)

vejo que a luz daquele quarto
começa a brilhar em outros pontos da cidade
mais pessoas agora ardem
amor, fé, esperança

vejo a escuridão evanescendo
apesar de ainda ser madrugada
sempre é dia
para quem do Sol da Justiça nunca se afasta

(o que você vê?)


Autor: Luciano Motta

Anúncios

monoliticidade

ruas monótonas
monocromáticas
tão vívidas quanto um fax
paleta de brancos, de pretos e cinzas
e o amarelo desbotado de um táxi

esquinas monódicas
monotemáticas
emboca o artista seu sax
em sonoridades melancólicas
de uma miséria assaz

praças monumentos
monárquicos
berço esplêndido de tanta gente
terras de pombos e plebes
e uma nobreza poente

tempos mudos
monossilábicos
geração de uma angústia premente
intransponível faixa dupla contínua
do asfalto presente


Autor: Luciano Motta